7 de set de 2008

Dia nacional

"Já podeis, da pátria filhos,
Ver contente a mãe gentíl.
Já raiou a liberdade,
No horizonte do Brasil."
Assim inicia a música que nos remete (ou deveria) ao dia da nação brasileira. Hoje fazem exatos 186 anos desde aquele 7 de setembro de 1822 em que nosso país se tornava (teoricamente) independente. O Brasil tem muito a melhorar, é verdade; entretanto, entre erros e acertos, temos progredido, seja em cidadania, em civilização, na economia, até na política - basta lembrar dos governos imperiais ou do "café-com-leite". Mérito de pessoas que não se omitiram em trabalhar pela pátria. Os personagens centrais das mudanças, Getúlio Vargas, Juscelino kubitschek, e tantos outros, são verdadeiros resumos de um mutirão de pessoas que se doaram ao país. São exemplos de que é possível, desde que haja vontade, fazer algo a mais nessa terra continental; são exemplos, acima de tudo, de que é crucial para o progresso não se calar diante da irresponsabilidade e do desleixo.
Mais uma vez terminamos o 7 de setembro repletos de esperanças positivas em prospecto à nação brasileira nos próximos tempos, mas temos que entender: quem faz o país, é seu povo.
Essa é a nossa homenagem ao dia nacional do Brasil.

Nenhum comentário: